Arquivos

Mudanças no Blog

Olá pessoal, esta semana vamos está fazendo algumas mudanças no DicaSimples. Estaremos trabalhando para melhorar a aparência e facilitar o acesso aos posts. Semana que vem estaremos de cara nova! Desculpa pela inconveniências que talvez esteja tendo mais semanas que vem estaremos 100% a todo vapor! (-: Obrigada pela compreensão!

Anúncios

Ovo VS. Colesterol

egg-552848_1280

Muitas pessoas tem duvida se comer ovo faz mal a saúde e aumenta os riscos de doenças cardiovasculares.

Muitas pessoas acreditam ou já ouviram falar que ovo tem muito colesterol e que o colesterol faz mal a saude, que pode causar doenças do coração e aumento o risco de derrame (AVC) etc. O problema é que poucas pessoas sabem que existe dois tipos de colesterol, o colesterol bom HDL (High Density Lipoproteins)  e o colesterol ruim LDL (Low Density Lipoproteins). Muitos estudos foram feitos nas décadas de 60-90 sobre os riscos causados pelos colesterol e que ovo contem uma quantidade elevada de colesterol (212mg em apenas um único ovo)…desde então o ovo virou o vilão da historia e muitas pessoas passaram a ver o ovo como algo muito mal para a saude. A propaganda era “se você comer ovo você irá morrer com problemas de coração”. Por colesterol e ovo andarem juntos, o ovo passou a ser algo evitado. Até médios aconselharam não comer mais do que dois ovos por semana para evitar colesterol alto ou problemas de coração.

Estudos mais recentes provaram o contrario. Desde então o ovo deixou de ser o vilão causador de problemas cardiovascular e passou a ser um herói. Para explicar como essa mudança aconteceu e mostrar com os estudos que o colesterol encontrado no ovo não é um monstro que entopem as veias do coração, aqui estão estudos feitos por universidades, grupos científicos de varias partes do mundo, institutos de medicina nutricional, etc.; todos os estudos mostra cálculos, bases cientificas, datas, registros e nomes dos profissionais e nomes das universidades alem de outras bases que comprovam a veracidade dos estudos.

Os estudos que serão mostrados aqui estão escritos em inglês e infelizmente eu não tenho como traduzir 100% desses estudos. Então, se você desejar, poderá usar algum tipo de tradutor na internet para poder ler os estudos e artigos. Em cada tópico eu vou colocar links dos estudos e pesquisas onde você poderia ler/estudar sobre o assunto e ficar mais informados sobre os benefícios do ovo e do bom colesterol (HDL).

1- Ovos São Incrivelmente Nutricionais7268710390_c4fd984229_b

Ovos são SUPER nutritivos. Uns dos alimentos mais nutritivos encontrado no planeta.

Em um único ovo cozido contém: (1)

  • Vitamina A: 6% of the RDA.
  • Folate: 5% of the RDA.
  • Vitamina B5: 7% of the RDA.
  • Vitamina B12: 9% of the RDA.
  • Vitamina B2: 15% of the RDA.
  • Fósforo: 9% of the RDA.
  • Selenium: 22% of the RDA.
  • Ovos também contem uma descente poção de Vitamina D, Vitamina E, Vitamina K, Vitamina B6, Cálcio e Zinco.
  • Um ovo contém 77 calorias com 6 gramas de proteínas e 5 gramas de gorduras saudáveis.

2- Ovos São Ricos em Colesterol, Mais eles NÃO afetam o colesterol no sangue adversamente 

É verdade que os ovos são ricos em colesterol.Fried_egg,_sunny_side_up

Na verdade, um único ovo contém 212 mb, que é mais do que a metade da dose diária recomendada de 300 mg.

Porém, é important lembrar que colesterol na dieta não necessariamente aumenta o colesterol no sangue (45).

O fígado produz grandes quantidades de colesterol cada dia. Quando comemos mais ovos, o fígado simplesmente produz menos colesterol para equilibrar (67).

A resposta ao consumo de ovos varia entre cada indivíduo (8):

  • Em 70% das pessoas, ovos não aumentem o colesterol de forma nenhuma.
  • No outro 30% (nomeados “hiper-respodedores”), ovos podem levemente aumentar o colesterol Total e LDL.

Porém, como vou delinear a seguir, a situação é mais complicado do que só isso e, na verdade, essas mudanças beneficiam o corpo.

3- Ovos Aumenta HDL  (“BOM”) Colesterol

HDL significa “Baixa Densidade de Lipoproteína,” ou mais conhecido como o BOM colesterol. (9)egg-318227_1280

Pessoas que possuem alto nível de HDL também possui um baixo risco de desenvolver problemas cardíacos, derrames (AVC) e entre outros problemas de saude. (10, 11, 12, 13)

Comer ovos é uma ótima maneira de aumentar o HDL (BOM colesterol).

Em um estudo mostra que comer 2 ovos por dia durante 6 semanas, aumenta o nível HDL em até 10% (14, 15, 16).

4- Ovos contem Colina – Um Importante Nutriente que Muitas Pessoas não Tem o Suficiente no Corpobreakfast-21707_1280

Colina é um nutriente que muitas pessoas nem sabem que existe.

Porem, é uma substância incrivelmente important e frequentemente é agrupado com as vitaminas “B.”

Colina é usada para construir a membrana das células e faz parte na produção de moléculas sinalizadoras no cérebro, junto com várias outras funções (17).

Pesquisas de dieta demonstram que entorno de 90% das pessoas nos EUA estão ingerindo menos que a quantidade recomendada de colina (18).

Ovos são excelentes fontes de colina, e em um único ovo contem mais de 100mg desse importante nutriente.

5- Ovos Transformam LDL Colesterol De Pequena/Densa para Grande/Conectado para Reduzir o Risco de Doenças de Coração.4700387614_4a2de7b8ac_b

LDL colesterol é geralmente conhecido como o “MAL” colesterol.

Muitas pessoas sabem que um auto nível de LDL (mostrados em estudos) pode causar doenças cardíacas (19, 20). Mais o que muitas pessoas não sabem é que existem sub tipos  de LDL. Isso significa que o tamanho e forma das partículas do LDL é importante.

Existem partículas pequenas e densas de LDL e também existem partículas grandes de LDL.

Muitos estudos demonstram que pessoas que predominantemente tenham partículas pequenas e densas tem um risco maior de doença de coração do que pessoas que predominantemente tenham partículas grandes de LDL  (212223).

Mesmo se ovos aumentam levemente o colesterol LDL em algumas pessoas, os estudos demonstram que as partículas transformam de pequenas e densas para grandes…o que é bom (2425).

6- Ovos contém Lutein e Zeaxanthin, Antioxidantes que Tem Benefícios Significativos para a Saúde dos OlhosFlickr_-_cyclonebill_-_Vagtel-spejlæg

Uma das consequências de envelhecer é que a visão tende a piorar.

Existem alguns nutrientes que ajudam a contrariar alguns dos processos degenerativos que podem afetar nossos olhos.

Dois desses nutrientes se chamam Lutien e Zeanxanthin, antioxidantes poderosos que tendem a construir a retina dos olhos (2627).

Estudos demonstram que consumir quantidades adequadas desses nutrientes pode grandemente reduzir o risco de cataratas e degeneração macular, dois problemas de olhos muito comuns (282930).

A gema do ovo contém quantidades grandes de Lutien e Zeaxanthin.

Em um trial controlado, comer somente 1.3 gemas por dia por 4.5 semanas aumentou os níveis sanguinários de Lutien em 28-50% e de Zeaxanthin  em 114-142% (31).

Ovos também possuem grandes quantidades de Vitamina A, que merece ser mencionada aqui. Deficiência de Vitamina A é a maior causa de cegueira no mundo (32).

7- No Caso dos Ovos Com Omega-3 ou Ovos de Pasto, Tais Ovos Diminuam o Teor de Triglycerides2607036664_da729b4bd5_z

Claro, não somente importa o que nós comemos…também importa o que a comida que comemos, comeu.

Nesse ponto, nem todos os ovos são criados iguais. Sua composição nutritiva varia dependendo de como as galinhas foram alimentadas e criadas.

Ovos de galinhas que foram criadas de “pasture” e/ou alimentadas com comida enriquecida com Omega-3 tendem a ter muito mais Omega-3.

Omega-3 é um acido gorduroso muito conhecido que pode reduzir os níveis de triglycerides no sangue. Triglycerides são conhecidos por grandemente aumentar o risco de doença de coração. (3334).

Os estudos demonstram que consumir ovos enriquecidos com Omega-3 é uma maneira muito efetiva de reduzir o Triglycerides no sangue. Em um dos estudos, somente 5 ovos enriquecidos com Omega-3 por semana durante 3 semanas reduziu triglycerides em 16-18% (3536).

8- Ovos Tem um Alto Teor de Proteína de Qualidade, Com Todos os Aminoácidos Essenciais nas Proporções Certasplate-lunch-84515_1280

Proteínas são as principais substâncias usadas para construir um corpo humano.

São usadas para fazer todos os tipos de orgãos, ossos, músculos, e moléculas que servem tanto os propósitos estruturais quanto funcionais.

Recebendo proteína suficiente pela dieta é muito importante e estudos demonstram que os níveis atualmente recomendados talvez estejam insuficientes (baixos demais).

Então…ovos são uma fonte excelente de proteína. Um ovo grande possui 6 gramas de proteína.

Se ovos contém todos os aminoácidos nas proporções corretas, então nossos corpos estão bem equipados para o pleno uso da proteína que contém.

Comer quantidades de proteína adequadas pode ajudar com a perda de peso, aumento de massa muscular, abaixar pressão do sangue, e optimizar a saúde dos ossos… (37383940).

9- Ovos Não Aumentam Riscos de Doenças do Coração e Pode Talvez Reduzir o Risco de AVCeggs-247629_1280

Por muita décadas, ovos foram injustamente caracterizados como MAL.

Foi afirmado que, por causa do colesterol contido neles, estes fazem mal para o coração.

Muitos estudos em anos recentes examinaram o relacionamento entre o consumo de ovos e o risco de doença de coração.

Em uma revisão de 17 estudos com um total de 263,938 participantes, nenhuma associação foi encontrada entre o consumo de ovos e doença de coração ou AVC (41).

Muitos outros estudos chegaram a mesma conclusão (4243).

Porém, alguns estudos demonstraram que pessoas com diabetes que comem ovos tem um maior risco de doença de coração (44).

Mas, se os ovos estão realmente causando o risco maior não é conhecido. Esses tipos de estudos somente podem demonstrar associação numérica. Não podem provar que ovos causaram coisa alguma.

É possível que pessoas com diabetes que comem ovos sejam menos consciente concernente a saúde.

Em uma dieta de baixa carboidratos, que é a melhor dieta para pessoas com diabetes, consumir ovos leva a melhoramentos no fatores de risco para doença de coração (4546).

10- Ovos Satisfazem Seu Apetite Facilmente, Ajudando Você a Perder PesoEgg_spiral_egg_cup

Ovos satisfazem seu apetite de uma maneira incrível.

Eles são uma comida com altos níveis de proteína e proteína é, por muito, o nutriente que mais satisfaz o apetite. (47).

Ovos tiram uma nota muito alta numa escala chamada ” Satiety Index, que mede a habilidade dos alimentos de induzir o sentimento de estar satisfeito e reduzir o consumo de calorias subsequente (48).

Em um estudo de 30 pessoas obesas, o consumo de ovos invés de pão para o café da manhã aumentou o sentimento de estar “cheio” e automaticamente fez com que essas pessoas comessem menos calorias durante os próximos 36 horas (49).

Em um outro estudo, repor o pão da manhã com um café da manhã de ovos causou perda de peso significante durante um período de 8 semanas (50).

Conclusão

Pois bem aqui estão alguns dos benefícios do ovo e do bom colesterol. Sinto muito que todos os estudos estão em inglês mas como eu havia falado antes você pode usar um tradutor na internet para poder te ajudar a entender estes excelentes estudos e pesquisas. Talvez você esteja perguntando por que eu resolvi fazer este post sobre ovos e colesterol? Bem muitas pessoas estão preocupadas porque eu uso tantos ovos nas minhas receitas. Primeiro é por que na dieta GAPS ovos é um aliado muito forte na recuperação do corpo durante a dieta, principalmente com uma criança com autismo. Segundo, ovos são incrivelmente saudáveis e baratos. (:

Eu espero que este post tenha ajudado a você a conhecer um pouco sobre os benefícios do ovo. Para as pessoas que são alérgicas à ovos, eu vou fazer um outro post sobre como substituir o ovo e ainda manter suas receitas super saudáveis.

Aqui estão alguns links com mais estudos e informações sobre alimentação saudável.

Links relacionados

Eggs and Cholesterol – How Many Eggs Can You Safely Eat?

Pastured vs Omega-3 vs Conventional Eggs – What’s The Difference?

The 11 Most Nutrient Dense Foods on The Planet

Top 9 Biggest Lies About Dietary Fat and Cholesterol

Diet, Cholesterol and Lipoproteins Explained in Human Terms

Top 9 Healthiest Foods to Eat to Lose Weight and Become Superhuman

Protein Intake – How Much Protein Should You Eat Per Day?

4 “Dangerous” Foods That Are Actually Good For You

The 20 Most Weight Loss Friendly Foods on The Planet

Pão de Abóbora em Gluten

É época de abóbora aqui, e isso que dizer que também é época de muitas receitas deliciosas. Ontem fui ao mercado e comprei uma abóbora enorme para fazer armazenamento para usarmos durante o inverno. Como aqui em casa todos nós gostamos de abóbora, eu constantemente estou fazendo receita que usa abóbora, como risottos, sopas, pães, tortas, bolos, scones e muito mais.

Hoje temos uma receitinha bem simples de pão de abóbora sem glúten que pode ser facilmente adaptada para quem faz a dieta GAPS ou, para quem não faz qualquer dieta,  pode fazer com farinha de trigo normal.

Antes da receita do pão eu vou ensinar como fazer o purê de abóbora.

IMG_8070

Forno

Primeiro, você pega uma abóbora de sua preferencia, eu escolhi essa abóbora aqui por que é a mais comum aqui onde moro. Você lava, corta e retira todas as sementes. Em seguida, enrola os pedaços no papel alumínio, leva ao forno na temperatura de 200˚C, e deixa assar por mais ou menos uma hora.

Microondas

Outra maneira que vc pode fazer é usar o microondas para cozinhar a abóbora. Corte a abóbora em pequenos pedaços e coloque-os em uma vasilha ou sacola própria para microondas e deixe cozinhar na potência de 100% do seu microonda por mais ou menos uns 10 minutos, ou até que a abóbora esteja bem macia. Eu não costumo usar o microondas porque a abóbora produz muito liquido durante o cozimento no microondas. Mas é uma opção! Outra opção é cozinhar na panela com água ou à vapor, mas novamente eu evito por causa da quantidade de liquido que a abóbora produz. Por isso eu uso o forno, que ajuda a diminui a quantidade de água durante o processo de cozimento. Mas fica a sua escolha de como você quer fazer.

IMG_8180

Depois de assada, é só usar uma colher e retirar toda a polpa. É bem fácil fazer esse processo pois a casca da abóbora está completamente solta por baixo. Depois da polpa retirada é só colocar no liquidificador ou processador de alimentos e fazer o purê. Você não precisará adicionar qualquer ingrediente extra ao purê, pois como a abóbora já contem muito liquido, fica bem fácil bater ou processar.

IMG_8187

Aqui está o meu purê prontinho para ser armazenado. Eu armazeno meu purê em jarras de vidro própria para armazenamento mas você poderá armazenar no freezer/congelador usando as sacolinhas herméticas. Essas tipo Ziplock própria para congelar.

IMG_8191

Aqui está uma parte do meu armazenamento. Eu fiz 16 jarras com apenas uma abóbora e ainda tenho mais uma abóbora pronta para virar purê! rsrsrs. Oooops! Quase esqueci mas é muito importante, se você for congelar, não esquecer de por datas em cada sacolinha para ter um controle de validade do seu armazenamento. A abóbora congelada na sacolinhas hermética tem validade de até 6-8 meses no freezer/congelador.

Finalmente aqui está a receita! E aqui é uma foto do meu mini pãozinho de abóbora. (:

IMG_8249

Pão de Abóbora sem gluten

Ingredientes:

4 ovos

1/2 copo de açúcar mascavo

1/2 colher (chá) de sal

1/2 colher (chá) de baunilha

1/4 copo de óleo

1 copo de purê de abóbora

2 copos de farinha de amêndoas (500gm)

2/3 de copo de farinha sem gluten

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1-1/2 colher (chá) de canela em pó

1/2 colher (chá) de noz moscada

1 colher (chá) de gengibre em pó

1/8 colher (chá) de cravo em pó (opcional)

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno na temperatura de 180˚C, unte duas formas para pão ou uma assadeira de tamanho médio.

1- Em uma batedeira junte os ovos a açúcar mascavo, a baunilha e bate até virar um creme claro(mais ou menos un 2 minutos). em seguida adicione o óleo, o sal e o purê de abóbora, bate por mais uns 40 segundos.

2- Em uma tigela separada adiciona a farinha de amêndoas, a farinha sem gluten, o bicarbonato de sódio, o fermento, a canela em pó, a noz moscada, o gengibre em pó e o cravo em pó se for usar. coloque na batedeira com o creme de ovos e bate até virar uma massa cremosa. Coloque a massa nas formas para pão ou na assadeira e leve ao forno pré aquecido e asse por 25-30 minutos ou até se inserir um palito de dente e ele sair limpo. Ai está pronto o seu delicioso pão de abóbora sem gluten.

Se você estiver fazendo a dieta GAPS então você irá precisar de:

4 ovos

1/2 copo de mel de abelha

1/2 colher (chá) de sal

1/2 colher (chá) de baunilha

1/4 copo de manteiga sem sal derretida ou óleo de coco

1 copo de purê de abóbora

3  à 3-1/2 copos de farinha de amêndoas

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1-1/2 colher (chá) de canela em pó

1/2 colher (chá) de noz moscada

1 colher (chá) de gengibre em pó

1/8 colher (chá) de cravo em pó (opcional)

(O modo de preparo é o mesmo citado acima.)

 

Ou se você for fazer o pão normal os ingredientes são os mesmo exceto pela farinha que irá mudar. Você deve usar:

2 copos de farinha de trigo

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1/4 copo de óleo

O modo de preparo é o mesmo.

Se você desejar poderá fazer vários pães e congelar, é só esperar o pães esfriarem, enrole-os no papel alumínio e em seguida coloque em sacolas herméticas e sempre não esquecendo de por as datas, e é só levar ao freezer ou congelador e prontinho! Quando você quiser usar o pães é só retirar do freezer/congelados algumas horas antes e esquentar no microondas por mais ou menos um minuto e você terá um pãozinho caseiro delicioso, “fresquinho” para seu café da manhã ou lanche da tarde.

Boa sorte!

Não esquece de deixar seu comentário!

Pão de Abóbora em Gluten

É época de abóbora aqui, e isso que dizer que também é época de muitas receitas deliciosas. Ontem fui ao mercado e comprei uma abóbora enorme para fazer armazenamento para usarmos durante o inverno. Como aqui em casa todos nós gostamos de abóbora, eu constantemente estou fazendo receita que usa abóbora, como risottos, sopas, pães, tortas, bolos, scones e muito mais.

Hoje temos uma receitinha bem simples de pão de abóbora sem glúten que pode ser facilmente adaptada para quem faz a dieta GAPS ou, para quem não faz qualquer dieta,  pode fazer com farinha de trigo normal.

Antes da receita do pão eu vou ensinar como fazer o purê de abóbora.

IMG_8070

Forno

Primeiro, você pega uma abóbora de sua preferencia, eu escolhi essa abóbora aqui por que é a mais comum aqui onde moro. Você lava, corta e retira todas as sementes. Em seguida, enrola os pedaços no papel alumínio, leva ao forno na temperatura de 200˚C, e deixa assar por mais ou menos uma hora.

Microondas

Outra maneira que vc pode fazer é usar o microondas para cozinhar a abóbora. Corte a abóbora em pequenos pedaços e coloque-os em uma vasilha ou sacola própria para microondas e deixe cozinhar na potência de 100% do seu microonda por mais ou menos uns 10 minutos, ou até que a abóbora esteja bem macia. Eu não costumo usar o microondas porque a abóbora produz muito liquido durante o cozimento no microondas. Mas é uma opção! Outra opção é cozinhar na panela com água ou à vapor, mas novamente eu evito por causa da quantidade de liquido que a abóbora produz. Por isso eu uso o forno, que ajuda a diminui a quantidade de água durante o processo de cozimento. Mas fica a sua escolha de como você quer fazer.

IMG_8180

Depois de assada, é só usar uma colher e retirar toda a polpa. É bem fácil fazer esse processo pois a casca da abóbora está completamente solta por baixo. Depois da polpa retirada é só colocar no liquidificador ou processador de alimentos e fazer o purê. Você não precisará adicionar qualquer ingrediente extra ao purê, pois como a abóbora já contem muito liquido, fica bem fácil bater ou processar.

IMG_8187

Aqui está o meu purê prontinho para ser armazenado. Eu armazeno meu purê em jarras de vidro própria para armazenamento mas você poderá armazenar no freezer/congelador usando as sacolinhas herméticas. Essas tipo Ziplock própria para congelar.

IMG_8191

Aqui está uma parte do meu armazenamento. Eu fiz 16 jarras com apenas uma abóbora e ainda tenho mais uma abóbora pronta para virar purê! rsrsrs. Oooops! Quase esqueci mas é muito importante, se você for congelar, não esquecer de por datas em cada sacolinha para ter um controle de validade do seu armazenamento. A abóbora congelada na sacolinhas hermética tem validade de até 6-8 meses no freezer/congelador.

Finalmente aqui está a receita! E aqui é uma foto do meu mini pãozinho de abóbora. (:

IMG_8249

Pão de Abóbora sem gluten

Ingredientes:

4 ovos

1/2 copo de açúcar mascavo

1/2 colher (chá) de sal

1/2 colher (chá) de baunilha

1/4 copo de óleo

1 copo de purê de abóbora

2 copos de farinha de amêndoas (500gm)

2/3 de copo de farinha sem gluten

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1-1/2 colher (chá) de canela em pó

1/2 colher (chá) de noz moscada

1 colher (chá) de gengibre em pó

1/8 colher (chá) de cravo em pó (opcional)

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno na temperatura de 180˚C, unte duas formas para pão ou uma assadeira de tamanho médio.

1- Em uma batedeira junte os ovos a açúcar mascavo, a baunilha e bate até virar um creme claro(mais ou menos un 2 minutos). em seguida adicione o óleo, o sal e o purê de abóbora, bate por mais uns 40 segundos.

2- Em uma tigela separada adiciona a farinha de amêndoas, a farinha sem gluten, o bicarbonato de sódio, o fermento, a canela em pó, a noz moscada, o gengibre em pó e o cravo em pó se for usar. coloque na batedeira com o creme de ovos e bate até virar uma massa cremosa. Coloque a massa nas formas para pão ou na assadeira e leve ao forno pré aquecido e asse por 25-30 minutos ou até se inserir um palito de dente e ele sair limpo. Ai está pronto o seu delicioso pão de abóbora sem gluten.

Se você estiver fazendo a dieta GAPS então você irá precisar de:

4 ovos

1/2 copo de mel de abelha

1/2 colher (chá) de sal

1/2 colher (chá) de baunilha

1/4 copo de manteiga sem sal derretida ou óleo de coco

1 copo de purê de abóbora

3  à 3-1/2 copos de farinha de amêndoas

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1-1/2 colher (chá) de canela em pó

1/2 colher (chá) de noz moscada

1 colher (chá) de gengibre em pó

1/8 colher (chá) de cravo em pó (opcional)

(O modo de preparo é o mesmo citado acima.)

 

Ou se você for fazer o pão normal os ingredientes são os mesmo exceto pela farinha que irá mudar. Você deve usar:

2 copos de farinha de trigo

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1/4 copo de óleo

O modo de preparo é o mesmo.

Se você desejar poderá fazer vários pães e congelar, é só esperar o pães esfriarem, enrole-os no papel alumínio e em seguida coloque em sacolas herméticas e sempre não esquecendo de por as datas, e é só levar ao freezer ou congelador e prontinho! Quando você quiser usar o pães é só retirar do freezer/congelados algumas horas antes e esquentar no microondas por mais ou menos um minuto e você terá um pãozinho caseiro delicioso, “fresquinho” para seu café da manhã ou lanche da tarde.

Boa sorte!

Não esquece de deixar seu comentário!

Cookies de Aveia Sem Glúten

Minha nossa já faz tempo que não coloco um post aqui,  na verdade não tive nenhum tempo depois que as aulas começaram foi um terror, carro quebrou, troca de escola, tarefas de casa, provas, provas e mais provas, situações inesperadas, tudo aconteceu!!!!! rsrsrs

Estou preparando um post especial sobre autismo e sobre a dieta GAPS. Espero que neste post todos possam adquirir mais informações sobre como a dieta funciona, onde podemos encontrar os alimentos mais difíceis, o que pode ser substituído, também vou falar como foi com meus filhos, como eu comecei, as mudanças durante a dieta e como foi o final depois de dois anos e meio, quais os resultados que tivemos e como ele está agora. Vou falar sobre o livro da Dr. Natasha Campbell-Mcbride, onde você pode encontrar o livro, o lugar mais baratos para se comprar e ainda sobre outros blog de mães que conseguiram resultados semelhantes com seus filhos que tinha autismo.

por enquanto só para distrair vamos para uma receitinha básica de cookies de aveia sem gluten, muitas pessoas não sabem mais a aveia tem propriedades nutritivas muito altas e traz muitos benefícios para o corpo, se quiserem saber mais sobre a aveia esse site tem ótimas informações. http://www.mundosimples.com.br/alimentacao-nutricao-beneficios-da-aveia.htm

IMG_7578

Cookies de Aveia Sem Gluten

Receita:

1 ovo

1/3 copo de manteiga em temperatura ambiente

1/2 copo de açúcar ou 1/3 copo de puro mel de abelha (pode usar açúcar mascavo se desejar)

1/2 colher (chá) de sal marinho

1 colher (chá) de extrato de baunilha

1/2 copo de farinha de amêndoa

1-1/2 copo de farinha de aveia (eu usei o grão inteiro e triturei no processador de alimentos até ficar um farelo, não muito fino e não muito grosso)

1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 copo de gotinhas de chocolate meia amargo. (o chocolate pode sr substituido por uva passas)

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno na temperatura de 180˚C e prepare uma assadeira forrada com papel manteiga (não é necessário untar)

Em uma tigela de tamanho grande adicione a manteiga em temperatura ambiente o sal o ovo a baunilha e o açúcar ou mel, mexe com um fuê até virar um creme. Em seguida acione a farinha de amêndoa e a farinha de aveia e o bicarbonato de sódio, mexe bem até virar uma massa consistente. Em seguida adicione as gotinhas d chocolate (se for usar) ou as uva passas.

Com a ajuda de uma colher faça pequenas porções de massa do tamanho de uma bolinha de golf e coloque sore a forma forrada com o papel manteiga, sempre respeitando o expeço de 2cm entre cada cookie. Leve ao forno para assar por mais ou menos uns 15 minutos ou até ficarem levemente dourados. Retire do forno e deixe esfriar por 1 minuto antes de retirar da forma e se deliciar, como fez o meu pequeno ai na foto. (:

IMG_7597

Esse é meu cookie monster!

Se tiver qualquer duvida deixe seu comentário! Boa sorte!