Arquivo | junho 2014

Bolo de Cenoura Sem Gluten (GAPS)

IMG_6171

Ingredientes:

5 ovos grandes

1/2 de copo de manteiga sem sal derretida ou óleo de coco

1/2 copo de mel de abelha puro

1/2 copo de leite de coco ou amêndoas ou iogurte natural (sem adição de açúcar)

2 copos de cenoura finamente ralada

1 colher (chá) de essência de baunilha pura

1/2 colher (chá) de sal marinho

2 colheres (chá) de canela em pó

1 e 1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio

2 e 1/2  à 3  copos de farinha de amêndoas

Cobertura de creme de queijo (queijo philadelphia) (Essa cobertura somente pode ser usada se a pessoa já está um ano ou mais na Dieta GAPS)

Ingredientes:

250gm de creme de queijo (philadelphia) em temperatura ambiente

1/3 copo de puro mel de abelha

1/2 colher (chá) de pura essência de baunilha

1 colher (sopa) de leite de coco ou amêndoas em temperatura ambiente.

 

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno na temperatura de 180˚C

Rale a cenoura e reserve.

Em uma tigela adicione os ovos, a baunilha, a manteiga, e o mel e mexa com um fuê até todos os ingredientes estejam bem misturados, então adicione o leite ou iogurte com a cenoura ralada e mexa novamente.

Em uma outra tigela adicione a farinha de amêndoas, bicarbonato de sódio, canela em pó e sal. Mexa até que todos os ingredientes estejam bem misturados.

Combine a mistura de farinha com a mistura de ovos e mexa lentamente até estarem bem misturados.

Unte uma assadeira com óleo de coco ou manteiga sem sal e adicione a massa do bolo, leve ao forno pré-aquecido por 25 minutos ou até que se inserir um palito ele saia limpo. Retire o bolo do forno e deixe esfriar.

Quando o bolo já estiver frio, é hora de preparar a cobertura.

Em uma tigela adicione o queijo, a baunilha, o leite de coco ou amêndoas, e o mel. Mexe bem até que vire um creme macio e brilhoso.

Espalhe todo o creme de queijo por cima do bolo. Agora é só se deliciar! ( :

IMG_6151

 

O bolo de cenoura acabado de sair do forno.

 

IMG_6154

 

Esse é um dos meus bolos favoritos, sem que não tem nada haver com o bolo de cenoura que estamos acostumados a fazer mais essa receita SEM gluten, açúcar, soja, leite (caseína), grãos, ou amido. Também é algo que não estamos acostumados a fazer, né?!

No proximo post eu vou colocar a receita normal com gluten desse mesmo bolo de cenoura. Qualquer pergunta ou duvida pode me deixar um comentário.

Até o próximo!

 

 

 

Anúncios

Caldo de Carne, Galinha, Peixe e Legumes

Finalmente tenho tempo para mais um post! Estava devendo as receitas dos caldos. Desculpa pela demora mais o tempo aqui está bem corrido, as crianças estão de feria, rsrsrsrsrs haja criatividade para mante-los ocupados e isso exige MUITO tempo e energia da minha parte por que por eles energia é o que não falta! rsrsrsr Bem, eu aprendi a fazer caldos depois que meu filho com autismo começou a dieta GAPS (Gut and Psychology Syndrome), no começo tudo era um segredo, tudo parecia muito difícil de fazer, eu fique muito frustrada com minhas primeiras receitas por que nunca davam certo, mais nunca desistir, procurei informações na internet e aos poucos fui aprendendo, depois que eu aprendi a coisa parecia tão simples que eu nem acreditava! kkkkkk era só prática que eu precisava. rsrsrs. A introdução da dieta GAPS começa com os caldos pois os caldos agem no corpo como um desintoxicante e ao mesmo tempo um fortificante para o intestino. As vitaminas estraidas dos osso durante o cozimento dos caldos fortalece as paredes intestinais e limpa o intestino fazendo com o que o intestino absorva com maior facilidade os nutrientes, vitaminas e minerais dos alimentos ingeridos. Os caldos são tão fortes (quando preparado corretamente) que ao toma-lo puro pela primeira vez pode causar diarreia, dores intestinais e alguns desconforto, mais depois de mais ou menos uns três dias de uso dos caldos  esses desconforto passa e o caldo pode ser apreciado sem nenhum problema. Para quem está começando a fazer uso dos caldos o mais indicado é o caldo de galinha, pois é mais gentil no intestino. Pra mim também é o mais barato pois onde moro os ossos de vaca ou peixe são muito caros. Para quem não vai fazer nenhuma dieta mais quer comer bem e saudável os caldos são uma verdadeira riqueza para dá mais sabor aos alimentos. O caldo é um dos principais ingredientes usados pelos chef em grandes e nomeados restaurantes. Os caldos são feitos com ingredientes naturais sem aditivos químicos, são feitos com ossos de vaca, galinha, peixe ou simplesmente com legumes. Pode ser usado para fazer sopas, para cozinhar arroz legumes, carnes, temperar comida e fazer deliciosos molhos como roux, molho de panela, butter sauce, molho béchamel, molho veloutê ente outros. Hoje os caldos é uma prioridade em minha casa, uso como ingredientes para todo tipo de comida que faço e é claro as sopas ficam mais deliciosas e nutritivas, meus filhos adoram! Um detalhe muito importante, ao introduzir os caldos para meus filhos no começo da dieta GAPS, meu filho com autismo tinha muito problemas digestivos e não comia absolutamente nada que não fosse doce, ou com adição de açúcar, ele era super agitado, não falava uma só palavra, não apontava, não tinha contado visual, brincava com trens, aviões, carros e rodas, gritava quando queria alguma coisa, brincava sempre sozinho era super sensível a sons como barulho de carro, moto e aviões e estava sempre triste. Depois que começamos a dieta GAPS com ele, cortamos todo o açúcar, gluten, amido, caseína (proteína do leite), soja e  todos os grãos; começamos pela introdução dos caldos, e já na primeira semana percebemos os primeiros sinais de que a dieta estava ajudando pois ele começou a se comunicar com dificuldades mais já era um ótimo começo, colocamos ele em uma terapia com a fonoaudiologa e psicóloga, Christian meu filho com autismo teve grandes progressos, com 3 meses de dieta ele já fazia contato visual, falava frases completas e era completamente mais calmo, se alimentava muito bem comendo todas as verduras sem escolher o que ele queria, e os problemas de digestão já quase tinham desaparecido por completo. Fizemos a dieta GAPS com ele por dois anos e meio. Hoje meu filho tem 6 anos de idade e não aparenta qualquer sinal de uma criança com autismo, ele leva uma vida normal como qualquer outra criança da mesma idade, tem amigos, vai a escola normalmente, vamos a igreja, cinemas, parques, etc. Ele fala sem problemas, não tem nenhum problema de digestão, ele toma leite de vaca, come coisas com amido, come açúcar moderadamente ( eu evito açúcar prefiro usar mel de abelha). Qualquer pessoa que o conhecesse hoje diria que ele nunca teve problemas ou que nunca foi uma criança autista. E tudo o que nós eu e meu esposo precisamos para obtermos esse resultado foi muita paciência, determinação, fé, sacrifício e amor. Para fazer os caldos você irá precisar de uma combinação de ingredientes chamada de mirepoix. Mirepoix Ingredientes: 3 talos de aipo 3 cenouras grandes 3 cebolas de tamanho médio/grande ou 3 alho-porro de tamanho grande Picar todo os ingredientes em tamanho de 1 – 1 1/2cm cada e reserve. IMG_6503   Para o caldo você irá precisar de 3 ou 4 carcaça de galinha fresca ou congelada cortada em pequenos pedaços.( importante deixar toda a gordura na carcaça). Se você souber desossar frango pode usar os ossos do franco para fazer o caldo. ( eu sempre faço isso aqui em casa) Uma panela de tamanho grande, ou um caldeirão com capacidade para mais de 10 litro de água. IMG_6504 Depois da carcaça cortada leve o caldeirando ao fogo médio e aqueça por dois minutos e adicione a carcaça da galinha, (não é necessário por óleo pois a própria gordura da carcaça irá produzir o próprio óleo) frite até ficar bem dourado. IMG_6508 IMG_6510 Em seguida retire toda a carcaça do caldeirão e na mesma gordura adicione o mirepoix e deixe fritar até ficar dourado como na foto. Após  esse processo adicione novamente a carcaça frita no caldeirão com o mirepoix e mexe com uma colher até esta bem misturado. IMG_6513 Em seguida adicione água fria ou gelada (bem devagar) até cobrir por completo a carcaça e os mirepoix. Importante não mexer após por a água. Deixe cozinhar em fogo baixo sem deixar ferver por 1 hora e meia à duas horas. Se a água evaporar e começar a mostrar a carcaça ou os vegetais você deve adicionar mais água fria até está completamente coberto. IMG_6521 Antes do final do cozimento você irá precisar temperar seu caldo e normalmente se usa bouquet garni ou combinação de ervas aromáticas. Eu uso três folhinhas de louro seco ou fresco 1 colher (sopa) de pimenta do reino em grãos inteiros, tomilho fresco e salsa fresca. Coloca o bouquet garni dentro do caldo sem mexer o caldo e deixe cozinhar por meia hora. IMG_6524Transfira o caldo ainda quente para outra vasilha e deixe esfriar por meia hora, com o caldo ainda meio quente coloque a vasilha na geladeira e deixe esfriar por completo. A gordura que você vê na foto irá esfriar e endurecer assim ficará mais fácil remove-la. ( se você estiver usando o caldo para fazer a dieta é muito importante NÃO remover essa gordura, pois essa gordura ajuda na lubrificação do intestino ajudando na absorção das vitaminas). IMG_6527Depois de frio coe novamente o caldo usando um morim (pano leve e fino usado para fazer queijo ou tofu) se você não tiver esse pano pode usar uma peneirinha simples. IMG_6532E ai está o seu caldo pronto para ser consumido. Eu não costumo jogar a carcaça do primeiro cozimento no lixo, eu reutilizo e faço outro caldo, ele fica um pouquinho mais claro mais ainda tem todos os nutrientes pois quanto mais você cozinha os osso mais nutriente você tira dele. IMG_6552Aqui tem os dois caldos, o primeiros mais escuro é o do primeiro cozimento, e o mais claro é o caldo do segundo cozimento. Você talvez esteja preocupada com o gasto de gás por cozinhar por tanto tempo, eu uso uma panela elétrica pra fazer os meus caldos, mais se você não tiver uma panela elétrica você poderá usar uma panela de pressão de tamanho grande, o procedimento é o mesmo, mais terá que cozinhar com o fogo bem baixo. IMG_6555Para armazenar o seu caldo você poderá deixar na geladeira em uma vasilha plástica por mais ou menos uns 3-5 dias ou por em sacolinhas herméticas e congelar. Congeladas tem duração de até 6 meses. Não esquece de colocar nome e data nas sacolas antes de por no congelador/freezer.   Essa receita é bem simple, pode parecer complicada a primeira vista mais é muito simples e pratica de fazer, você poderá fazer uma grande quantidade de caldos e congelar, é assim que eu costumo fazer aqui em casa, assim nunca falta caldo! rsrsrsr Para fazer o caldo de osso de vaca, também é o mesmo procedimento, exceto por ao invés de fritar os ossos na panela eu arrumo-os na assadeira e levo ao forno na temperatura de 200˚C e deixo ele assar até ficar dourado ou meio queimado, então continuo com o mesmo procedimento. Com o caldo de peixe  também é o mesmo procedimento, mais se você não quiser assar ou fritar as espinhas e cabeça do peixe você pode apenas cozinhar com o mirepoix e o bouquet garni. Para o caldo de legumes você irá usar o mesmo mirepoix com o bouquet garni e se desejar poderá adicionar cogumelos frescos, tomates, ou uma colher cheia de purê de tomate. Se for fazer para usar na dieta é muito importante não usar nenhum vegetal que contem amido. Fica a sua escolha para assar os legumes antes de cozinhar. Sei que cada um tem seu grau de dificuldade, talvez essas receitas não será fácil para você fazer, mais se você for fazer para ajudar alguém com autismo ou com qualquer outra deficiência, eu devo dizer que não há dificuldades quando você esta tentando ajudar alguém que você ama. Toda dificuldade valerá a pena quando você começar ver os resultados! Sei disso por experiência própria! Se você tem qualquer duvida, perguntas ou opinião, sinta se a vontade  e deixe um comentário! Boa Sorte!!